O mistério de Lewis Carroll

O mistério de Lewis Carroll

Todo mundo, ao menos uma vez, já sonhou em ser eternamente criança. Na prática, não é tão simples assim, quando você tem que conviver com piratas, índios e feras te perseguindo, e muitas vezes o jantar é apenas faz-de-conta. Wendy e seus irmãos sentem isso na pele, quando Peter Pan os leva para a Terra do Nunca, lar dos Garotos Perdidos, Tinker Bell e Capitão Hook.

Memes da Idade Moderna

Memes da Idade Moderna

Todo mundo, ao menos uma vez, já sonhou em ser eternamente criança. Na prática, não é tão simples assim, quando você tem que conviver com piratas, índios e feras te perseguindo, e muitas vezes o jantar é apenas faz-de-conta. Wendy e seus irmãos sentem isso na pele, quando Peter Pan os leva para a Terra do Nunca, lar dos Garotos Perdidos, Tinker Bell e Capitão Hook.

Alice através do espelho

Alice através do espelho

Antes de Alice, os livros infantis eram meras lições de moral. Lewis Carroll muda isso ao criar uma obra que incita a imaginação e provoca o pensamento crítico, ao reverter o papel de crianças e adultos. Alice viaja para um mundo onde os animais falam e objetos ganham vida, mas é tudo confuso e ilógico, e ela tem de ser a voz da razão. Publicado pela primeira vez em 1865, adaptado pela Disney para o cinema em 1951. Mais um clássico que o Instituto Mojo libera gratuitamente.

Alice no País das Maravilhas

Alice no País das Maravilhas

Antes de Alice, os livros infantis eram meras lições de moral. Lewis Carroll muda isso ao criar uma obra que incita a imaginação e provoca o pensamento crítico, ao reverter o papel de crianças e adultos. Alice viaja para um mundo onde os animais falam e objetos ganham vida, mas é tudo confuso e ilógico, e ela tem de ser a voz da razão. Publicado pela primeira vez em 1865, adaptado pela Disney para o cinema em 1951. Mais um clássico que o Instituto Mojo libera gratuitamente.

Não é uma porta de guarda-roupa

Não é uma porta de guarda-roupa

James Matthew Barrie inicia sua mais amada história com uma frase simples e notável: “Todas as crianças crescem, menos uma”. Ela incorpora toda a estrutura da história: um menino que nunca cresceu. Desde a primeira publicação da famosa peça de Barrie, em 1928, Peter Pan tem influenciado imensamente a literatura infantil, fazendo com que a história de Barrie se tornasse um objeto doméstico comum entre crianças e adultos. Por meio de Peter, Barrie cria um personagem paradoxal ao introduzir ao leitor um menino singular que combate cotidianamente o medo e o desejo de se tornar adulto. A personalidade de Barrie lidou com esses sentimentos por toda a sua vida, manifestando-a no personagem de Peter, que declara seu ódio pela vida adulta enquanto ao mesmo tempo anseia por ela, querendo se tornar um adulto. Com isso, a história força os leitores a encararem seus próprios conflitos, pois Barrie lhes oferece uma escolha. Ele deixa que o leitor decida se concorda com Peter Pan e o ódio à vida adulta, ou se concorda com seus pais, que dizem que a vida adulta, na verdade, tem seus benefícios e precisa ser abraçada e reconhecida.